BLOG BOREALTRIP

Borealtrip: Excelência em Intercâmbio no Canadá!
19 Jul 2017

BRASIL X CANADÁ: CONHEÇA 5 HÁBITOS CULTURAIS QUE SEPARAM OS DOIS PAÍSES

/
Posted By

Apesar de, culturalmente, terem diversos fatores em comum, Brasil e Canadá possuem diferenças que estão além de suas distâncias geográficas. Existem alguns hábitos e regras praticados pelos canadenses bem distintos ao que estamos acostumados no Brasil, e que causam certa estranheza no brasileiro que pisa em solo canadense pela primeira vez.

O segredo para evitar situações embaraçosas e agilizar o processo de adaptação é um só: compreender essas diferenças e imergir, sem preconceitos, nesta nova experiência multicultural!

E para lhe ajudar a entender um pouco sobre como funciona esse dia-a-dia no Canadá, a Borealtrip Intercâmbio reuniu 5 curiosidades culturais, que considera serem as mais importantes para que o intercambista não cometa nenhuma gafe. Confira:

 

1 – Rigor com horário

O brasileiro, em geral, vive um eterno dilema com os ponteiros do relógio? Sim, e os canadenses já sabem disso. A pontualidade britânica foi herdada pelo Canadá e tudo funciona dentro do horário marcado: reuniões, eventos e principalmente o transporte público, com ônibus e trens passando exatamente na hora indicada por meio dos sites ou aplicativos das prefeituras. É comum, inclusive, ver ônibus estacionados em paradas intermediárias por alguns minutinhos, para que não cheguem em horário adiantado nos pontos. Em festas de aniversário, chegar atrasado também é algo extremamente rude; muito ao contrário do Brasil, em que é considerado um ato de educação comparecer à festa, em média, 30 minutos depois do horário marcado.

 

2 – Mantenha distância

Cumprimentar com abraços ou beijinhos no rosto? Ou dar tapinhas no ombro enquanto bate um papo? Os canadenses não têm esse costume e, quase sempre, cumprimentam um ao outro apenas com um aceno de cabeça ou aperto de mão. Um dos conselhos passados aos alunos que vêm ao Canadá para estudar inglês é: converse com a outra pessoa mantendo o espaço de um braço de distância. Essa “privacidade” também se aplica à maneira de conversar. Dificilmente algum canadense lhe fará perguntas pessoais. Eles são discretos e reservados com a vida particular, e esperam o mesmo de nós. Portanto, a dica infalível é: espere o canadense tomar a iniciativa e retribua o gesto. Agindo desta maneira, o risco de algo dar errado é praticamente zero.

 

3 – Polidos até demais

Não que isso seja ruim, mas os canadenses exageram nos pedidos de “sorry” e “excuse me”. Ir ao supermercado e passar com o carrrinho de compras na frente de outra pessoa é motivo para um “sorry”. É comum ouvir outro “sorry” antes mesmo de você soltar o seu próprio “sorry” ao esbarrar ou pisar no pé de algum desconhecido na rua (peraí, mas a culpa não era minha?). O “excuse me” também é dito sem moderação e, muitas vezes, você não vai entender o motivo… Portanto, é importante aprender a se desculpar até mesmo por algo que teoricamente não foi culpa sua.

 

4 – Trânsito

Esse é um dos pontos que mais se diferencia do Brasil. O trânsito no Canadá é bastante organizado e sempre prioriza pedestres e ciclistas. É muito comum ver pessoas nas esquinas dos quarteirões aguardando o sinal verde para atravessarem, mesmo que não tenha nenhum carro passando pela rua. Quando não há semáforo para carros em determinados cruzamentos, os motoristas simplesmente “estacionam” no meio da rua para aguardar todos os pedestres cruzarem. Dificilmente, você também verá alguém atravessando a rua sem que seja na faixa de pedestres. As calçadas são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida e as cidades são equipadas com muitas ciclovias, interligando regiões centrais a parques, praias e locais de grande movimento.

 

5 – Taxas e gorjetas

O valor dos produtos nas prateleiras não possuem qualquer imposto. As taxas são adicionadas no próprio caixa, na hora do pagamento, com porcentagens que variam para cada província. Já em restaurantes e pubs é comum a prática de dar gorjetas, as famosas tips, aos garçons. É uma atitude já esperada por parte de quem trabalha nestes lugares. A taxa varia entre 15% e 20% do valor final da conta, dependendo, claro, do nível de satisfação do serviço. Ao contrário do Brasil, os garçons geralmente não fazem a tal “cara feia” caso você decida não pagar, mas no Canadá essa bonificação é compreendida como um gesto de gentileza.

 

Lembre-se dessas dicas quando decidir viajar para o Canadá e se prepare para ter uma experiência inesquecível! Afinal, conhecer e interagir com outras culturas são as principais bagagens que uma pessoa leva para a vida!